terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Misericórdia, irmão.

Confesso: sou pouco misericordiosa! 
Mas, mesmo com todos os meus erros e defeitos, tenho me esforçado bastante para mudar. Eu tenho todo um porque para ser assim. Mesmo assim, nada disso é desculpa. Como serva, entendo que sem misericórdia fica muito mais difícil o relacionamento com quem quer que seja e, além disso, não obteremos misericórdia.

A minha história é a seguinte: Me converti através de um chamado do próprio Jesus na madrugada do dia 25 de agosto de 2008. O Senhor falou comigo de forma mais clara que as vezes anteriores e eu já rolei da cama para o joelho, levantei a minha mão aos prantos e o reconheci como meu único Senhor e suficiente Salvador, e voltei a dormir. Pela manhã resolvi deletar permanentemente todos os meus 6GB de músicas que faziam apologia à drogas que havia em meu computador e peguei uma bíblia emprestada com a minha tia, que morava no mesmo quintal que eu.

Depois disso, fui me desfazendo de tudo que era errado, como coisas roubadas, livros de auto-ajuda, revistas de horóscopo e simpatias e tudo mais que lembrava o meu passado. Sem contar que as cobranças encima de mim eram mais pesadas que o normal.

A grande maioria das coisas que aconteceram comigo foram fruto da minha mudança de foco, amor pelo Senhor e ação do próprio Espírito Santo de Deus. No começo eu não tinha líderes para me darem direção e conselhos do que fazer e o que não fazer. O próprio Espírito Santo nos dá discernimento sobre todas as coisas se nos colocarmos disponíveis à ouvir a Sua voz. Claro que o Senhor também usa (e muito!) a vida da nossa liderança. Mas se não estivermos prontos para receber aquilo que vem do Senhor, pode vir através da liderança ou direto do Senhor, que não haverá mudança e nem tomada de posse.

Eu passei por poucas e boas (e sei que muita coisa ainda está por vir), fui humilhada, caluniada, o Senhor me deu vitória em todas essas situações e me fez viver a dupla honra também. O início da minha conversão foi a ferro e fogo. Tudo foi bem complicado, mas ao mesmo tempo fácil, pois Jesus quem estava (e está) à frente de tudo e eu não fiz corpo mole. Não deixei nenhuma fraqueza ou situação ruim me afastar do Senhor.

Hoje em dia, quando vejo alguém errando em coisas bobas e se desviando por besteirinha, com 30.000 líderes amorosos dando direção do que fazer e aconselhando, e mesmo assim a pessoa continua errando, fico logo indignada. Lembro que eu, mesmo não tendo tanto suporte assim, consegui superar com Jesus. Sei que a minha atitude tem sido errada e por isso tenho procurado o conserto.

Tá certo que tem gente que parece que faz certas coisas de zoação com a nossa cara. E tem gente também que gosta de se fazer de coitado e se apoiar no erro. Mas, por mais difícil que isso pareça, mesmo com essas pessoas temos que usar de misericórdia.

A falta de misericórdia não é um defeito exclusivo meu. É até mais comum do que se imagina. Quem não tem misericórdia enxerga os defeitos e erros alheios com uma lente de aumento e, geralmente, se esquece que também é tão sucessível ao erro quanto qualquer um.

Nós não temos que buscar sermos como o Senhor? Então por que a nossa misericórdia para com os nossos irmãos não tem se renovado a cada manhã?

Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a tua fidelidade!” (Lamentações 3:22-23)

Nós sempre queremos que as outras pessoas tenham misericórdia de nós, né?! Mais ainda... Queremos sempre que o próprio Deus tenha misericórdia da nossa vida quando falhamos. Então, por que não usar de misericórdia com o próximo? Devemos nos amar mais!

Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia.” (Mateus 5:7)

Eu quero obter misericórdia.
Eu quero ser tratada!
Eu tenho me esforçado.
E você?

2 comentários:

  1. Muuito legal o texto!! Parabéns!
    A teoria é muito mais fácil que a prática no quesito "ser imagem e semelhança do nosso Senhor", mas servimos ao Deus do impossível!!
    Que Deus continue te abençoado!!

    ResponderExcluir
  2. Camilla, ontem quando te conheci pelo bate-papo da UBE, eu logo pensei... Nossa que menina ousada, cheguei até a comentar com você, eu realmente nem te conheço tanto, mais pude ver que você é uma pessoa incrivel e muito usada por Deus, Ele tem usado pessoas como você para proclamar o evangelho e vejo pela história de sua vida que você é uma pessoa muito usada, continue assim... Que Deus continue te abençoe muito ! Gostei muito do texto *-*

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco a sua opinião e SALGUE também com seu testemunho e comentário. ;)