quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Profeta calado.

Ultimamente tenho prestado mais atenção em um problema que não é nada novo e nada incomum: Pessoas que compactuam com os pecados alheios para serem aceitas e queridas.

Recentemente presenciei uma cena que me indignou. Uma menina, vestida, 
propositadamentede forma totalmente indecente escuta a seguinte frase de sua líder: "Nossa! Como você está linda, hein!? Arrasou na roupa." Não pude deixar de reparar tal situação. Vi que, assim como ela, muitas outras pessoas tem se calado diante do que é visivelmente errado apenas para serem vistas como pessoas legais, estilosas e descoladas por aqueles que preferem e insistem no erro. Sinceramente, para mim, elas tem outro nome: hipócritas!

Todos nós somos falhos e cometemos muitos erros e pecados, porém, vivemos para superá-los, tratá-los e consertá-los em nome do amor que temos por Jesus. Pecar é totalmente diferente de viver em pecado. Não podemos nos acomodar no erro e muito menos aplaudir o erro alheio.

Não estou dizendo que você deva cortar contatos e deixar de ser amigo de alguém só porque pecou, ou está vivendo em pecado. Mas, com certeza, você como servo de Deus e boca de profeta, deve, sim, denunciar o pecado e aconselhar a pessoa a abandonar tal prática alertando-a sobre a existência e gritante diferença entre o céu e o inferno.

Eu confesso que, naquela situação, eu também acabei compactuando com o erro. Afinal, presenciei o erro das duas e me calei. Muitas pessoas também acabam compactuando com o pecado, não para serem aceitas, mas por medo de serem rejeitadas. Pode parecer a mesma coisa, mas a intenção do coração é diferente. Mesmo assim, ambos estão mais errados que quem realmente cometeu o pecado.


Não podemos ser como o profeta Jeremias, que foi chamado por Deus para destruir, arrancar e plantar a justiça divina (Jeremias 1:10), mas teve medo de assumir seu chamado (Jeremias 1:6). Se o Senhor te chamou e te escolheu para ser sal da terra e luz do mundo (Mateus 5:13-14), afim de fazer a diferença nessa geração, por que temer e compactuar com os pecados dos demais?

Mesmo com medo, Jeremias cumpriu com seu chamado e fez a diferença na sua geração.

E você? Vai deixar o medo de ser rejeitado te paralisar e te calar? Ou pior! Vai deixar a necessidade de ser legal, estiloso e descolado no meio dos que vivem em pecado ser mais importante que a opinião do Senhor ao seu respeito?

"Não tenha medo deles, pois eu estou com você para protegê-lo", diz o Senhor.
O Senhor estendeu a mão, tocou a minha boca e disse-me: "Agora ponho em sua boca as minhas palavras. Veja! Eu hoje dou a você autoridade sobre nações e reinos, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e para plantar.
" (Jeremias 1:8-10)


Abra a boca, profeta de Deus! Chega de compactuar com o pecado e se comprometer com o sistema babilônico.

"Vocês têm que fazer separação entre o santo e o profano, entre o puro e o impuro." (Levítico 10:10)

Você foi chamado para fazer a diferença e não para ser mais um.

Já que você COMEÇOU como Jeremias (com medo de fazer e falar o que deve ser feito e dito), pelo menos TERMINE também como Jeremias (cumprindo com seu chamado de profeta)!



Aproveito para acrescentar 2 passagens que a minha amiga Pra. Lúcia Mara me lembrou bem:

"O que diz a verdade manifesta a justiça, mas a falsa testemunha diz engano." (Provérbios 12:17)

"Não participem das obras infrutíferas das trevas; antes, exponham-nas à luz. Porque aquilo que eles fazem em oculto, até mencionar é vergonhoso. Mas, tudo o que é exposto pela luz torna-se visível, pois a luz torna visíveis todas as coisas. Por isso é que foi dito: "Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti". Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios." (Efésios 5:11-15)

16 comentários:

  1. Ola Camilla, sou o amilton do blog http://seguindojesuscristo.blogspot.com, fiquei muito feliz em conhecer teu blog e ver tua preocupaçao com o que é santo e honesto, que o Senhor Nosso Deus te de muita sabedoria, para que vc possa continuar a ser usada para honra e gloria dEle...

    ResponderExcluir
  2. É trite saber que pessoas que se dizem cristãs se colocam nestas situações, diz coisas pra agradar, o que ta errado ta errado e não adianta!!

    Deus te abençoe
    Juliana Viana

    ResponderExcluir
  3. Vejo semelhança em nosso modo de ver as hipocrisias desta vida pois cada vez mais as pessoas se aliam as outras para serem aceitas e acabam perdendo sua identidade propiá, e até nas igrejas isso comesse a acontecer

    ResponderExcluir
  4. Amém! Tenho um parecer sobre este assunto.
    Já dei por mim muitas vezes a pensar se por vezes falar será o mais correto.
    Quando falamos como profetas devemos mesmo estar debaixo da sua palavra ou melhor, ter mesmo o chamado para falar como profeta.
    A palavra diz que o espírito do profeta está sujeito ao profeta. Muitos tiram esse versículo fora do contexto e afirmam enumeradas coisas. Mas se pusermos dentro do contextos vamos perceber que o texto quer passar a ideia que todos podem profetizar mas a avaliação se é de Deus é dada aos outros profetas. Que outros profetas?
    Os que foram chamados para tal! Todos nós temos um chamado profético, mas nem todos somos profetas! A escritura é clara que Deus chamou uns para apóstolos outros para profetas e dai por diante.
    Isto para trazer à ideia que nem sempre que se vê o erro deve ser denunciado.
    Com certeza e estou completamente de acordo que não devemos compactuar com o pecado. Mas tem altura e forma certa para denunciá-lo!
    A maioria das pessoas que vejo denunciarem outros são pessoas que reflectem problemas espirituais.
    Percebi bem o que você quis passar com este texto e estou de acordo. Mas acho deveras importante salientar este aspecto.
    Falar como profeta nem sempre é chocar contra o pecado de uma forma directa.
    Já dei palavras na minha igreja que sem querer acusar alguém a própria palavra contendeu. Muitas pessoas na minha congregação evitam de forma silenciosa que eu fale no púlpito.
    Ou seja sem eu querer toco na ferida de muitos por vezes até nas minhas.
    Creio que tenho chamado de profeta, então é uma matéria que me interessa bastante. Acho que isso justifica o meu texto :D
    Tudo de bom Camilla, gostei muito do teu texto.
    Só complentei com o meu parecer.
    Deus te abençoe muito e te use para sua glória

    Andreboanova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Andre. Mas um líder tem mais do que a obrigação de exortar em amor o seu liderado e mostrá-lo o correto a se fazer. Foi isso que disse no texto. Um líder que elogia um erro está mais errado que quem cometeu o erro realmente, pois compactuou mesmo sabendo que estava errado.
      Um líder estando na condição de tal, deve sim denunciar o pecado ao invés de achar bonitnho.
      É certo que nem todos devem sair por aí denunciando, a não ser quando o Senhor ordenar. Mas nessa situação em específico o erro está em ficar calado. ;)

      Excluir
  5. Anônimo19/1/12

    Texto abençoado!!!
    E sinceramente, isso não nos dá fama de "sem misericórdia".. e sim de líderes que amam seus liderados, quem ama quer sempre o melhor, mesmo que isso custe umas caras feias (elas logo passam..rs)..
    Glória a Deus!!!!

    Lívia Tavares

    ResponderExcluir
  6. Camila para se denunciar o pecado de alguém devemos lembrar que:
    Devemos tirar a trave do nosso olho para tirar a do irmão!
    Muitos hoje em dia criticam mas por trás fazem pior.
    Por isso além de atitudes, devemos ter a vida integra para que nada possa nos srvir de impecílio diante da palavra e dafé que nos mantem vivos e fortes !
    Afinal é isso que os nossos inimigos querem: Abalar nossa fé........
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, amado!
      Mas eu estou falando de pessoas comprometidas com Deus e não com o sistema babilônico. E também não estou falando sobre julgar, pois esse papel já é de Satanás. Estou falando sobre aconselhar, orientar e mostrar a própria pessoa o seu erro. ;)

      Excluir
  7. Achei seu blog maravilhoso Camila!
    Sobre esse post, achei SUPER REAL! Isso é algo que acontece o tempo todo, e bem dizer com quase todos... Deixamos de mostrar o certo por medo, medo de ser careta, ser excluído...
    Principalmente no meio dos jovens isso acontece.
    Precisamos tomar uma atitude. É sim sim e não não, não existe meio termo!
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  8. Oi,,,terminei de ler e fiquei realmente motivado a continuar nesse proposito e creio que quem Deus chamou para fazer a diferença foi eu, foi você, fomos nós.

    Que Deus continue te abençoando mais e mais e lembre-se que o nosso trabalho pro Senhor não é em vão. I Cor. 15. 58

    Nilson Magalhães Amém! http://dcnilson.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Concordo com tudo que foi exposto, entretanto, é bom ressaltar que tudo deve ser feito com amor, porque as vezes por uma palavra, fazemos a proeza de matar alguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo!
      Exortação sem amor é um simples chamar de atenção. Enquanto o mesmo feito com amor trás transformação de vidas. ;)

      Excluir
  10. Cajaaaaaaaaaaado neles! HAHAHAHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  11. Concordoooo Camilaaa!!! olha Deus falandooo aí gente!!! Ontem o culto falou sobre issoo (também rsrsr). Temos que buscar total intimidade com Cristo a ponto de sabermos como ele agiria em cada situação, e como buscamos ter o caráter dele devemos agir como ele agiria... Sendo assim não podemos emprestar nossa boca ao diabo concordando com o que ele fala. Nossa boca pertence ao Senhor e como povo escolhido, separado por ele, temos a obrigação de ajudar aqueles que ainda se encontram perdidos a se encontrarem... e para não dizer que tô falando por mim vai aí uma passagem para comprovar que tá tudo na palavra :
    "Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisá-los-ás da minha parte.
    Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei.

    Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade, mas tu livraste a tua alma.
    Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e cometer a iniqüidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá: porque tu não o avisaste, no seu pecado morrerá; e suas justiças, que tiver praticado, não serão lembradas, mas o seu sangue, da tua mão o requererei.
    Mas, avisando tu o justo, para que não peque, e ele não pecar, certamente viverá; porque foi avisado; e tu livraste a tua alma.
    Ezequiel 3:17-21"

    bju bju Glória a Deus!!!!

    ResponderExcluir
  12. Amém! Devemos obedecer, não se esquivar da vontade de Deus. Pois todas as coisas somos mais do que vencedores, mesmo que seja "impossível" (pra nós), vá, porque o Deus do Impossível é conosco. Profeta Calado não, Natã expôs o erro a Davi, e Davi venceu! Aliás, Natã foi reconhecido por isso, e recebeu honra =D

    ResponderExcluir
  13. Anônimo6/2/12

    Obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir

Compartilhe conosco a sua opinião e SALGUE também com seu testemunho e comentário. ;)